Blog da Central HTML5

Falando sobre o HTML5: A evolução da Web

de Stephen Wellman (April 18, 2012)

Para o post deste mês no meu blog, fiz uma entrevista com Brandon Satrom, divulgador para desenvolvedores da Microsoft. Brandon e eu conversamos sobre como o HTML5 está mudando o desenvolvimento web, da evolução do HTML ao crescimento das aplicações móveis web e nativas. Leia a nossa conversa abaixo.

Central HTML5: Bem-vindo ao meu blog na Central HTML5, Brandon. Vamos começar falando um pouco sobre você, por favor. O que você faz? Como é o seu blog, User InExperience? E qual é a sua relação com o HTML5?

Brandon Satrom [BDS]: Sou Divulgador da Web na Microsoft em Austin, Texas. Estou na Microsoft há menos de dois anos, e durante esse tempo tenho me concentrado em divulgar o excelente trabalho que ela realiza com as tecnologias web. Isso inclui coisas como o ASP.NET MVC, o jQuery e o WebMatrix e, recentemente, o HTML5. No último ano, dediquei boa parte do meu tempo ao HTML5, o que foi maravilhoso. Sou fascinado pela web aberta.

Quanto ao meu blog, estou escrevendo no UserInExperience.com desde dezembro de 2004, e durante esse tempo já desempenhei vários papéis como tecnologista, de engenheiro de softwares e estudioso da experiência de usuário a arquiteto-chefe, corporativo e de softwares, e agora divulgador. Todos os cargos e funções que tive sempre foram inspirados pela minha paixão por aprender e experimentar coisas novas, bem como compartilhar essas coisas com outras pessoas enquanto tento acompanhar o ritmo das mudanças tecnológicas e me deparo com eventuais problemas.

Central HTML5: Vocês organizaram uma conferência sobre HTML5 em Austin, Texas. Como foi? O que você aprendeu?

BDS: Inauguramos a conferência HTML5.tx em 8 de outubro e foi uma experiência incrível. Era uma conferência neutra, para todos os fabricantes (a Microsoft era um dos patrocinadores, assim como a Mozilla, a Opera e outras grandes empresas). O evento intercomunitário foi planejado para reunir desenvolvedores e designers locais e falar sobre a web, onde estamos e para onde vamos. Fiquei muito satisfeito com o resultado. Havia 250 pessoas de todo o estado e uma lista excelente de palestrantes, tais como Estelle Weyll, Mike Taylor, Alex Sexton, Kyle Simpson, Garann Means, entre outros.

Meu maior aprendizado no evento foi que existem muitos desenvolvedores e designers dedicados por aí, e todos apreciam muito a web aberta. Foi revigorante estar cercado de tecnologistas tão entusiasmados e interessados.

Central HTML5: Outro dia conversamos sobre segurança e HTML5. O que o desenvolvedor deve ter em mente em relação à segurança ao construir novas aplicações Web?

BDS: O principal é pesquisar e estar ciente dos possíveis problemas ou implicações inerentes a cada tecnologia web. Sites como o html5sec.org são úteis para conhecer os vetores de ataque do HTML5, e oferecem estratégias para atenuar esses vetores no seu próprio site. É importante entender que o HTML5 não é inerentemente seguro ou inseguro. O W3C tenta identificar e solucionar problemas de segurança comuns durante o processo de especificação. Mas não consegue pegar tudo, especialmente os vetores de ataque descobertos no final, por isso é importante que o desenvolvedor entenda e inclua a segurança web em seu trabalho diário.

Central HTML5: Temos ouvido falar muito do HTML5 e de aplicações móveis. Você acha que o HTML5 será o fim das aplicações móveis nativas?

BDS: De forma alguma. Com o HTML5, podemos construir sites móveis multiplataforma sem ter que "torná-los nativos" para atender um SO móvel. A localização geográfica é um ótimo exemplo de recurso do HTML5 que podemos usar em navegadores antes específicos para SOs móveis. Isso é bom, porque muitas empresas e desenvolvedores não têm recursos para reprojetar toda a aplicação para cada plataforma que querem atender.

Os dispositivos móveis continuarão inovando nos recursos de software e hardware que oferecem em suas plataformas, e nem sempre esses recursos estarão disponíveis imediatamente no navegador. Alguns SOs oferecem sensores e até acesso a serviços de SO em suas plataformas, e esses recursos não têm equivalentes no HTML5. Nem todos os desenvolvedores precisam desses serviços, mas quando precisam, a experiência nativa ainda é a melhor opção. Mas o importante é que o HTML5 está abrindo as portas para uma série de aplicações móveis excelentes que não têm necessariamente que ser construídas como nativas.

Central HTML5: Que tipo de funcionalidade o desenvolvedor que usa o HTML5 deve levar em conta ao projetar para navegadores móveis? Que conselho você daria a eles?

BDS: Recomendo três tecnologias que todos os leitores deste blog devem conhecer:

  1. Localização geográfica - Serviços de localização dentro do navegador.
  2. Formulários HTML5 - Novos tipos e atributos de formulário potencializados por vários navegadores móveis para ajustar a experiência do usuário para a entrada de dados.
  3. CSS3 Media Queries - Módulo CSS que permite ao desenvolvedor estilizar as páginas condicionalmente com base nos recursos de mídia (como a altura e a largura da tela) relatados pelo navegador. Fundamental para um desenvolvimento móvel adaptável.

Para cada um deles, recomendo ler as especificações do W3C ou ao menos bons livros como Introducing HTML5 de Bruce Lawson e Remy Sharp ou The Book of CSS3 de Peter Gasston. Também aconselho dar uma olhada no Mobile First de Luke Wroblewski, que tem uma ótima abordagem da estratégia de desenvolvimento móvel. Vai além do HTML5, mas o desenvolvimento web móvel também vai, não é?

Brandon Satrom trabalha como divulgador para desenvolvedores na Microsoft. Você pode contatá-lo no Twitter @BrandonSatrom ou pelo email brsatrom@microsoft.com. Leia os comentários dele sobre o desenvolvimento web no blog UserInExperience.

Deixe um comentário...


Posts anteriores do blog

  • Falando sobre o HTML5: A evolução da Web

    Para o post deste mês no meu blog, fiz uma entrevista com Brandon Satrom, divulgador para desenvolvedores da Microsoft. Brandon e eu conversamos sobre como o HTML5 está mudando o desenvolvimento web, da evolução do HTML ao crescimento das aplicações móveis web e nativas. Leia a nossa conversa abaixo. ... Leia mais.

Tweets recentes sobre o HTML5

Tópicos do HTML5 no Slashdot